Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

A porta estreita

Imagem
Entrai pela porta estreita Bráulio D'Alessandro
  Verdadeiramente são poucos os que por ela entram. E em que consiste entrar pela porta estreita? Não é outra coisa do que entrar no Evangelho, viver pelo Evangelho e para o Evangelho é considerar Cristo como o único e autêntico modelo do homem, como dizia o Beato Papa João Paulo II; àquele que revela o homem ao próprio homem sem o qual é impossível autocompreender-se e empregar-se na busca pelo conhecimento, seja qual for.
Não existe outra possibilidade capaz de equipará-la ou substituí-la. Alguns tentam se aventurar numa perspectiva ignóbil, sem Deus, vivem a partir disso, tem a necessidade de propagar isso e fazem desse ponto de vista a força motriz da existência humana. Esse grupo de pessoas são comumente chamados de “ateus”, isto é, sem Deus, sem autocompreendem em negar a primeiramente a possibilidade de Deus, de um ser absoluto, de uma causa originadora capaz de dar sentido à razão humana e à dimensão cosmológica. O cosmos necess…

Oração de Santa Teresinha pelos Sacerdotes

Imagem
ÓJesus, Sumo e Eterno Sacerdote, conservai os vossos sacerdotes  sob a proteção do vosso Coração amabilíssimo, onde nada de mal lhes possa suceder.  Conservai puras suas mãos ungidas, que tocam todos os dias vosso Corpo Santíssimo.  Conservai puros os seus lábios tintos pelo vosso Sangue preciosíssimo.  Conservai puros e desapegados dos bens da terra os seus corações,  que foram selados com o caráter sublime do vosso glorioso sacerdócio.
Fazei-os crescer no amor e fidelidade para convosco e preservai-os do contágio do mundo.  Dai-lhes também, juntamente com o poder que têm de transubstanciar o pão e o vinho  em Vosso Corpo e Sangue, o poder de transformar os corações dos homens.  Abençoai os seus trabalhos com copiosos frutos,  e concedei-lhes um dia a coroa da vida eterna. Amém!

Reflexões sobre o coração do homem (7)

Imagem
A contemplação é uma temática recorrente no patrimônio cristão, entretanto, parece-nos algo distante porque se apresenta sob uma roupagem de ser um caminho em que apenas renunciamos as possibilidades do mundo moderno para se abrir á uma beleza que nada diz ao homem contemporâneo. A dificuldade, porém, tem outra tônica quando a iluminamos pela perspectiva de que o dom de ser cristão é que não temos o direito de não aprender a permanecer na tensão fundamental Daquela estrada estreita que é por definição o Amor (Jo 14, 6). Assim a contemplação pode realizar-nos se em meio a frenesi da correria emprestarmos seu sentido: "conservar, na dispersão da vida quotidiana, uma união permanente com Deus. Esta é a finalidade: que na nossa alma esteja sempre presente a união com Deus e transforme todo o nosso ser" (Bento XVI, 06/10/06 – dia de são Bruno). Ótima semana!