Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Deixar formar-se: a beleza da formação.

Imagem
Por seminarista Jefferson Corrêa "Eis que, como a argila na mão do oleiro, assim sereis vós na minha mão, ó casa de Israel!" Jr 18,6 Dirijo este texto a todos os seminaristas que, como eu, se encontram neste precioso tempo de formação. Muitos de nós (seminaristas) quantas vezes somos surpreendidos reclamando, murmurando sobre nossas vidas no seminário. Uma pena. Começo incluindo-me dentre estes e pedindo perdão a Deus por não aproveitar tão bem o tempo que o Senhor me proporciona para formação. Tantas vezes reclamamos, tantas vezes murmuramos; este não passa de um problema de nossa geração: a fuga a qualquer custo de qualquer tipo de sofrimento. Isto nos causa uma falta de amadurecimento. Essa deficiência de nossa geração pode ser constatada não somente na vocação sacerdotal, como também em todas as escolhas feitas. A dor, o sofrimento nos faz crescer, amadurecer. Por isso reclamamos muitas vezes, de nossos formadores, quando decidem algo diferente de nós, reclamamos da vida…