Carta aos Benfeitores

Segue a carta ao benfeitores do mês de agosto:



Várzea Grande, 05 de agosto de 2011.

Caríssimo(a) amigo(a) e benfeitor(a) do Seminário!

Neste mês de agosto quero convidar você a se unir, generosamente, a toda a Igreja do Brasil, em oração pelas diversas vocações, mas, de forma especial, pelas vocações sacerdotais, pedindo ao Senhor que elas sejam numerosas e santas, sobretudo na Arquidiocese de Cuiabá. Por isso, ofereço a você um texto a respeito da vocação ao sacerdócio, tirado da Exortação Apostólica Pós-sinodal “Sobre a Formação dos Sacerdotes” – Pastores Dabo Vobis – de João Paulo II, esperando que a leitura inspire sua oração e sua ação em prol das vocações.

“‘Dar-vos-ei pastores segundo o Meu coração’ (Jr 3, 15).

Com estas palavras do profeta Jeremias, Deus promete ao seu povo que jamais o deixará privado de pastores que o reúnam e guiem: ‘Eu estabelecerei para elas (as minhas ovelhas) pastores, que as apascentarão, de sorte que não mais deverão temer ou amedrontar-se’ (Jr 23,4).

A Igreja, Povo de Deus, experimenta continuamente a realização deste anúncio profético e, na alegria, continua a dar graças ao Senhor. Ela sabe que o próprio Jesus Cristo é o cumprimento vivo, supremo e definitivo da promessa de Deus: ‘Eu sou o Bom Pastor’ (Jo 10,11). Ele, ‘o grande Pastor das ovelhas’ (Hb 13,20), confiou aos apóstolos e aos seus sucessores o ministério de apascentar o rebanho de Deus (cf. Jo 21,15-17; 1Pd 5,2).

Sem sacerdotes, de fato, a Igreja não poderia viver aquela fundamental obediência que está no próprio coração da sua existência e da sua missão na história – a obediência à ordem de Jesus: ‘Ide, pois, ensinai todas as nações’ (Mt 28,19) e ‘Fazei isto em minha memória’ (Lc 22,19; cf. 1Cor 11, 24), ou seja, a ordem de anunciar o Evangelho e de renovar todos os dias o sacrifício do seu Corpo entregue e do seu Sangue derramado pela vida do mundo.

Pela fé, sabemos que a promessa do Senhor não pode deixar de cumprir-se [...] Todos somos chamados a partilhar a confiança plena no ininterrupto cumprimento da promessa de Deus” (n. 1).

“A promessa do Senhor suscita no coração da Igreja a oração, a súplica ardente e confiante no amor do Pai de que, tal como mandou Jesus, o Bom Pastor, os Apóstolos, seus sucessores e uma multidão inumerável de presbíteros, assim continue a manifestar aos homens de hoje a sua fidelidade e a sua bondade.

E a Igreja está pronta a responder a esta graça. Sente que o dom de Deus exige uma resposta coral e generosa: todo o Povo de Deus deve incansavelmente rezar e trabalhar pelas vocações sacerdotais; os candidatos ao sacerdócio devem preparar-se com grande seriedade para acolher e viver o dom divino, conscientes de que a Igreja e o mundo têm absoluta necessidade deles; devem enamorar-se de Cristo, Bom Pastor, modelar seu coração sobre o Dele, estar prontos a ir pelas estradas do mundo como sua imagem, para proclamar a todos Cristo, Caminho, Verdade e Vida [...]

Um apelo particular dirijo às famílias: que os pais, e especialmente as mães, sejam generosos em dar ao Senhor os seus filhos chamados ao sacerdócio, e colaborem com alegria no seu itinerário vocacional, conscientes de que, deste modo, tornam maior e mais profunda a sua fecundidade cristã e eclesial e podem experimentar, em certa medida, a bem-aventurança de Maria, a Virgem Mãe: ‘Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre’” (Lc 1, 42) (n. 82).

É nesta confiança, gratidão e alegria que continuamos a caminhar! Não deixe de rezar e de colaborar no trabalho pelas vocações sacerdotais realizado nas paróquias e em nosso Seminário.

Breves notícias: 1) ontem, dia do padre, estiveram reunidos aqui no Seminário os sacerdotes de nossa Arquidiocese para o tradicional encontro. Foi uma manhã de estudo e oração, concluindo com o almoço; 2) No próximo dia 03 de setembro, das 07h30 às 17h, iremos realizar aqui no Seminário um encontro vocacional para rapazes entre 12 e 15 anos de idade.

Peço que você nos ajude a divulgar o evento e, claro, a rezar para que ele seja frutuoso.

Por tudo o que você tem feito pelas vocações: MUITO OBRIGADO! Deus abençoe generosamente você, sua família e sua comunidade! Continuemos unidos na fé e na oração.

Em Jesus Cristo, Rei do Universo,

Padre Reginaldo de Souza Oliveira

Reitor do Seminário Arquidiocesano de Cuiabá

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de Reparação ao Sagrado Coração de Jesus

12 - O Deus escondido, o soberano sacerdote