Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

VOCAÇÃO: É PARA VIDA TODA?

Imagem
Por seminarista Hélio Ferreira da Silva
Acredito que existe um parasita no pensamento contemporâneo que deturpa e distorce toda a verdade sobre a vocação do homem, causando, por isso, um dano fatal na alma do indivíduo, quando alimentado pelo capricho de querer deliberadamente ganhar a vida. Constatamos hoje uma triste verdade na sociedade: o homem contemporâneo não se preocupa mais com o exercício de sempre se dobrar diante do fato de que ter uma vocação implica em abraçá-la para a vida toda. Está se perdendo o belo significado da vocação que é entregar a vida. Quero lembrar, que a vocação não é uma brincadeira de faz de conta. Não estamos falando aqui de um simples jogo onde ao mesmo tempo em que decido jogar também decido parar sem pelo menos pensar nas conseqüências, mas sim de uma perfeita e maravilhosa maneira que Deus escolheu para nos salvar. Saliento aqui que se trata de uma realidade intrinsecamente pessoal. Assim nos afirma a Sagrada Escritura na segunda carta a Timóteo: “Ele…

Carta aos Benfeitores

Imagem
Segue a carta ao benfeitores do mês de agosto:


Várzea Grande, 05 de agosto de 2011.Caríssimo(a) amigo(a) e benfeitor(a) do Seminário!Neste mês de agosto quero convidar você a se unir, generosamente, a toda a Igreja do Brasil, em oração pelas diversas vocações, mas, de forma especial, pelas vocações sacerdotais, pedindo ao Senhor que elas sejam numerosas e santas, sobretudo na Arquidiocese de Cuiabá. Por isso, ofereço a você um texto a respeito da vocação ao sacerdócio, tirado da Exortação Apostólica Pós-sinodal “Sobre a Formação dos Sacerdotes” – Pastores Dabo Vobis – de João Paulo II, esperando que a leitura inspire sua oração e sua ação em prol das vocações. “‘Dar-vos-ei pastores segundo o Meu coração’ (Jr 3, 15).Com estas palavras do profeta Jeremias, Deus promete ao seu povo que jamais o deixará privado de pastores que o reúnam e guiem: ‘Eu estabelecerei para elas (as minhas ovelhas) pastores, que as apascentarão, de sorte que não mais deverão temer ou amedrontar-se’ (Jr 23,4).A Ig…